Atrair ou afastar os jovens?

Atrair ou afastar os jovens?

Atrair ou afastar os jovens?

 

Por Pe. Frei Marcelo Aquino, O. Carm.

 

O mundo em mudança parece ser o motivo pelo qual se tem vários novos comportamentos na sociedade, que se manifestam em diversos seguimentos, mas, especialmente, na Igreja.

Já faz tempo que muitos sacerdotes reclamam sobre a escassez dos jovens na Igreja. Eles dizem “Já não sei o que fazer para atrair os jovens para a Igreja. Cada ano que passa percebo que na assembleia a maioria esmagadora é composta de idosos e já não tenho mais nenhum artifício a apresentar para tal problema”. O interessante é que esse ponto é observado por sacerdotes de diversas paróquias, em diversas cidades.

Pretendo aqui fazer algumas ponderações aos sacerdotes que fazem tais reclamações.  Será que o problema não está nos próprios padres? Claro que logo se espantarão com a indagação, pensando em como pode o problema estar com eles se fazem de tudo para atrair os jovens, como festas com pagode, com funk, com futebol e tudo mais, e nada surte efeito.

Daí se deve fazer uma outra pergunta: o que o jovem de hoje quer? O que está sendo ofertado nas Igrejas já é ofertado pelo mundo!

O jovem não frequenta a  missa porque não quer ouvir o sacerdote usar o púlpito para fazer política e ainda mais a política mais nefasta que pode existir, a política condenada pela Igreja, o comunismo/socialismo. Quando o jovem percebe que o padre não tem nada a falar sobre a doutrina da Igreja, sobre o pecado, sobre o céu e o inferno, ele se afasta.

Outro motivo que afasta o jovem da Igreja é quando ele deseja  receber a eucaristia na boca e enfrenta a pior oposição de sua vida por parte dos sacerdotes. O padre muitas vezes não entende que receber a eucaristia na boca é o modo normal e tradicional de receber Jesus eucarístico por mais de dois mil anos.

Muitos sacerdotes também ridicularizam as mulheres que desejam usar o véu na cabeça durante a missa, e, por isso,  muitas procuram outra paróquia para frequentar.

Muitas pessoas desejam se confessar no confessionário, como manda a Igreja, mas os sacerdotes não querem usá-lo, o que acaba por afastar mais gente ainda da Igreja.

Outro motivo que faz com que os jovens fujam da sua paróquia é que muitos padres perseguem os fiéis pelo fato deles não baterem palmas na missa, como se isso fosse um preceito divino. Muitos jovens são acusados de serem tradicionalistas por querer a missa celebrada como deve ser, e não como uma festa.

Então, por que os jovens se afastam da Igreja? Porque são impedidos de serem católicos. Vocês reclamam da mulher que está com vestido longo, mas não dizem nada da que vai seminua para a missa;  negam a comunhão a uma mulher que está de véu na cabeça, mas dá a comunhão a uma adúltera; proíbem um jovem católico de ser catequista, mas entregam os catequisandos a esquerdistas que ensinam que Jesus é um mito que a Igreja inventou.

Os jovens se afastam da Igreja porque vocês não querem dar a Igreja de sempre para eles, mas querem introduzi-los na sua igreja, que não é a Igreja de Cristo.

Muitos sacerdotes não respeitam o Missal Romano e criam a sua própria liturgia. Os jovens querem a Igreja que os santos tiveram, querem o direito de adorar o Santíssimo Sacramento, querem ver o padre de batina, os ouvi-lo falar de Nossa Senhora com amor e devoção. Os jovens querem ver os sacerdotes ter respeito e veneração pelo papa, querem ver o sacerdote combater a ideologia de gênero, defender a Igreja e querem receber os  sacramentos com dignidade.

Sabe por que faltam jovens para o seminário? Por que vocês não querem jovens comprometidos com a doutrina católica. Eles precisam ser comprometidos com as causas sociais e tão somente com isso, como se essa missão tivesse sido dada por Nosso Senhor aos seus apóstolos.

Há também os jovens que são escorraçados da Igreja porque querem se consagrar a Santíssima Virgem Maria pelo método de são Luiz Grignion de Montfort, por quererem usar a corrente da consagração.

A Igreja está com escassez de jovens, porque muitos sacerdotes não querem deixar os jovens serem católicos. Para a grande maioria dos jovens no Brasil, o lugar mais difícil de ser católico é na própria Igreja por causa daqueles que se acham donos da Igreja e querem imprimir uma nova Igreja bem diferente da Igreja de Cristo Jesus.

 

Ajude-nos a evangelizar. Compartilhe!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Redes Sociais